quinta-feira, 4 de abril de 2013

MANÍACO DA CRUZ


Comentamos pelo facebook sobre o maníaco da cruz, que estava assustando a região oeste do Paraná, na quarta feira 3 de abril moradores de Ramilândia comentaram que ele estava na cidade, viatura fizeram uma varredura. Em Matelândia também à comentários que ele foi visto pela cidade. Veja matéria sobre ele, neste link abaixo.

http://noticias.r7.com/cidade-alerta/video/policia-procura-criminoso-conhecido-como-maniaco-da-cruz-em-mato-grosso-do-sul-5136629392bbadbce50153d5/

Todas as vítimas do rapaz foram mortas com requintes de crueldade e encontradas em posição de cruz. O jovem de 21 anos escapou, na madrugada deste domingo (3), da Unidade Educacional de Internação (Unei) de Ponta Porã, a 346 km de Campo Grande, onde estava detido.

Continue lendo mais informações sobre o caso.

Dhionathan Celestrino, 21 anos, o Maníaco da Cruz, mesmo se encontrado pela polícia, não poderá ser preso. A pedido do Ministério Público Estadual (MPE), o jovem foi interditado em 2011 e a Justiça, com base avaliação de psiquiatras forenses, que o consideraram psicopata, determinou a internação compulsória do rapaz em hospital psiquiátrico. Por isso e como ele já “pagou” pelas três mortes que cometeu, o maníaco não poderá voltar para uma Unidade Educacional de Internação (Unei) e muito menos ir para um presídio. “Se ele for encontrado, será um problema. A Justiça determinou que o Estado se responsabilizasse pela internação dele e nada foi feito até agora. Se o acharem, no Mato Grosso do Sul não haverá onde colocá-lo e fora daqui, pelo que consta até agora, também não”, explicou o defensor público Pedro Paulo Gasparini, que cuida do processo de interdição contra o Maníaco da Cruz.  O defensor explica que não existe e nem poderá ser expedido mandado de prisão contra Dhionathan, porque ele não responde processo na área Criminal. “O que o juiz poderá fazer, se provocado, é expedir um mandado de busca e apreensão, para que ele, quando encontrado, seja encaminhado para instituição psiquiátrica”. O jovem não pode ser considerado foragido da Justiça, pois não cumpria mais a sanção pelos três crimes que cometeu. “É como se ele tivesse fugido de um hospital psquiátrico. O único processo que tramita contra ele é da área Cível”, esclareceu Gaparini.

Mais notícia estão para surgir...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário